sábado, 15 de setembro de 2012

Estágios Profissionais para Jovens Desempregados



Para ultrapassar o “flagelo social” do desemprego jovem que atinge já o valor de 36 por cento, o Governo vai lançar um programa de novos apoios ao emprego, contratação e empreendedorismo suportado pelos fundos comunitários. O “Impulso Jovem” (que ainda não tem data para entrada em vigor) tem como medidas centrais um vasto programa de estágios profissionais, de apoio à formação e de incentivos ao investimento e está especialmente focado no sector dos bens transacionáveis e nas regiões Norte, Centro e Alentejo.
Se está desempregado este pode ser um caminho para regressar ou entrar no mercado de trabalho. Conheça as principais medidas respeitantes aos estágios profissionais que pretendem chegar a mais de 50 mil pessoas.
O que é: Estágio profissional com duração de 6 meses com formação mínima de 50 horas e com possibilidade de prémio de integração.
A quem se destina: Desempregados entre os 18 e os 25 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses e desempregados entre os 25 e 30 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses que tenham concluído pelo menos o terceiro ciclo do ensino básico há menos de três anos.
Promotores dos estágios: Empresas privadas do sector dos bens transacionáveis.
Em que regiões: Norte, Centro e Alentejo.
Quais os incentivos:
-Para o estagiário: Bolsa de apoio ao estagiário entre os 419,22 euros e os 691,71 euros (pós secundário e superior), em função da qualificação que será de 100% nos casos de empresas com 10 ou menos trabalhadores ou 70% nos casos de empresas com mais trabalhadores.
-Para o empregador: Prémio de integração que depende da dimensão da empresa se o estagiário obtiver um contrato de trabalho sem termo no final do estágio.
Número de estágios: 19.264
O que é: Estágio profissional com duração de 6 meses com formação e com possibilidade de prémio de integração, direcionado para o desenvolvimento da industrialização.
A quem se destina: Desempregados entre os 18 e os 30 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses.
Promotores dos estágios: Empresas privadas com projetos de investimento ligados à especialização tecnológica e introdução de novos produtos e estratégias comerciais focadas no aumento da competitividade e produtividade.
Quais os incentivos:
-Para o estagiário: Bolsa de apoio ao estagiário entre os 419,22 euros e os 691,71 euros (pós secundário e superior), em função da qualificação.
-Para o empregador: Prémio de integração igual ao montante atribuído durante o estágio se o estagiário obtiver um contrato de trabalho sem termo no final do estágio.
Número de estágios: 6.000
O que é: Estágio profissional com duração de 6 meses com formação e com possibilidade de prémio de integração.
A quem se destina: Desempregados entre os 23 e os 34 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses e com qualificação de mestrado ou doutoramento.
Promotores dos estágios: Empresas privadas que pretendam quadros altamente qualificados.
Quais os incentivos:
-Para o estagiário: Bolsa de apoio ao estagiário entre 691,71 euros (mestrado) e os 943,25 euros (doutorado).
-Para o empregador: Prémio de integração igual ao montante atribuído durante o estágio se o estagiário obtiver um contrato de trabalho sem termo no final do estágio.
Número de estágios: 2.600
O que é: Estágio profissional com duração de 6 meses com formação e com possibilidade de prémio de integração.
A quem se destina: Desempregados entre os 18 e os 30 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses.
Promotores dos estágios: Empresas privadas que pretendam implementar estratégias que aumentem a capacidade exportadora ou consolidem a internacionalização.
Quais os incentivos:
-Para o estagiário: Bolsa de apoio ao estagiário entre os 419,22 euros e os 691,71 euros (pós secundário e superior), em função da qualificação.
-Para o empregador: Prémio de integração igual ao montante atribuído durante o estágio se o estagiário obtiver um contrato de trabalho sem termo no final do estágio.
Número de estágios: 5.947
O que é: Estágio profissional com duração de 6 meses com formação e com possibilidade de prémio de integração.
A quem se destina: Desempregados entre os 18 e os 30 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses.
Promotores dos estágios: Entidades da designada economia social, ligadas por exemplo ao associativismo ou ao sector cooperativo.
Quais os incentivos:
-Para o estagiário: Bolsa de apoio ao estagiário entre os 419,22 euros e os 691,71 euros (pós secundário e superior), em função da qualificação.
-Para o empregador: Prémio de integração igual ao montante atribuído durante o estágio se o estagiário obtiver um contrato de trabalho sem termo no final do estágio.
Número de estágios: 7.000
O que é: Estágio profissional com duração de 6 meses com formação e com possibilidade de prémio de integração.
A quem se destina: Desempregados entre os 18 e os 40 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses.
Promotores dos estágios: Entidades do sector agrícola.
Quais os incentivos:
-Para o estagiário: Bolsa de apoio ao estagiário entre os 419,22 euros e os 691,71 euros (pós secundário e superior), em função da qualificação. Majoração nos casos de deficiência e incapacidade.
-Para o empregador: Prémio de integração igual ao montante atribuído durante o estágio se o estagiário obtiver um contrato de trabalho sem termo no final do estágio.
Número de estágios: 6.000
O que é: Estágio profissional com duração de 1 ano com formação e com possibilidade de prémio de integração.
A quem se destina: Desempregados entre os 18 e os 30 anos, no desemprego há pelo menos quatro meses ou à procura de primeiro emprego.
Promotores dos estágios: Associações/Federações Juvenis e Desportivas.
Quais os incentivos:
-Para o estagiário: Bolsa de apoio ao estagiário entre os 419,22 euros e os 691,71 euros (pós secundário e superior), em função da qualificação. Majoração nos casos de deficiência e incapacidade.
-Para o empregador: Prémio de integração igual ao montante atribuído durante o estágio se o estagiário obtiver um contrato de trabalho com duração mínima de dois anos no final do estágio.
Número de estágios: 1.600



As candidaturas estão abertas no site do IEFP. 

Fonte: http://www.saldopositivo.cgd.pt/tudo-sobre-os-novos-estagios-para-desempregados/






Sem comentários:

Enviar um comentário